Governo cria nova regra de aposentadoria. Entenda.

No último dia 18 de junho foi publicada a Medida Provisória 676, que cria novas regras para a aposentadoria por tempo de contribuição no Regime Geral de Previdência Social (INSS).

Como passa a funcionar?

A partir de agora passa a existir um sistema de pontos, alternativo ao fator previdenciário, que combina a idade da pessoa com o tempo de contribuição com a Previdência. Até dezembro de 2016, mulheres passam a poder se aposentar de forma integral (sem a incidência do fator previdenciário) quando a soma de sua idade com os anos pelos quais pagou sua contribuição ao INSS for igual a 85. No caso dos homens, quando for igual a 95.
Essa pontuação será aumentada gradativamente até atingir 90 pontos para mulheres e 100 para os homens, na proporção de 1 (um) ponto em 1º de janeiro dos anos de 2017, 2019, 2020, 2021 e 2022.
Para poder se beneficiar desta nova regra o segurado homem tem que ter, no mínimo, 35 anos de contribuição e a mulher 30.

0

Postagens relacionadas

Desaposentação: Decisão judicial concede…

Em demanda patrocinada pelo escritório Geraldo Marcos Leite de Almeida & Advogados Associados, uma segurada do INSS pleiteou o reconhecimento de seu direito de renunciar ao benefício de aposentadoria por…
Consulte Mais informação

Justiça Federal de Minas…

Uma professora aposentada da Escola de Farmácia e Odontologia da UNIFAL, através de ação patrocinada pelo escritório Geraldo Marcos & Advogados Associados, conquistou judicialmente o reconhecimento do direito à conversão…
Consulte Mais informação

Bancários de Belo Horizonte…

Na última quinta-feira, dia 3 de setembro, foi publicado no Diário do Judiciário da Justiça Federal, decisão do Tribunal Regional Federal da 1ª Região que deu ganho de causa ao…
Consulte Mais informação