Mãe com medida protetiva recebe guarda provisória unilateral

A 3ª Vara de Família de Goiânia determinou guarda unilateral provisória para uma mãe que possui medida protetiva de urgência contra o ex-companheiro. Também foi regulamentada provisoriamente a convivência paterna e fixados alimentos provisórios a serem prestados pelo pai, no valor mensal de cinco salários-mínimos.

O juízo destacou que, apesar de a preferência legal ser pelo compartilhamento da guarda, no caso específico as provas demonstram ter condições excepcionais que obstam a regulamentação da guarda provisória na modalidade.

O magistrado pontuou que a relação entre os genitores é conturbada, a ponto de ter sido deferido à genitora medida protetiva de urgência em ação que tramita no 4º Juizado de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher de Goiânia.

No caso dos autos, o homem possui extensa ficha criminal e histórico de agressões físicas e verbais contra a mãe da criança. Na decisão, o magistrado registrou que a ideia da guarda compartilhada sugere cooperação mútua, o que não existe no caso.

 

Fonte: IBDFAM

Imagem: Canva

0

Postagens relacionadas

Casal é condenado a…

A devolução de uma criança adotada após longo período e sem motivo justo é uma forma de violência, já que o menor é rejeitado por mais uma família. Por isso,…
Consulte Mais informação

Mãe não gestante em…

O Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que a mãe não gestante em união estável homoafetiva tem direito à licença-maternidade. Se a companheira tiver direito ao benefício, deve ser…
Consulte Mais informação

Aumento de renda do…

A alteração do valor da pensão alimentícia é cabível quando houver modificação na situação financeira do alimentante ou nas necessidades do beneficiário. Com esse fundamento, a juíza Luciana Lopes do…
Consulte Mais informação