Bancário do Bradesco demitido enquanto estava doente deve ser reintegrado ao emprego

Um bancário do Bradesco que foi demitido injustamente obteve sua reintegração ao emprego. Após 34 anos de serviços prestados ao banco, ele havia sido dispensado mesmo tendo apresentado laudos médicos diagnosticando que é portador de LER/DORT, doença causada por sua atividade profissional no banco.

Luta pelo emprego

A Juíza Titular da 2ª Vara do Trabalho, Cissa de Almeida Brasília, determinou a imediata reintegração do funcionário e a restituição de todos os seus direitos previstos na CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) e na CCT (Convenção Coletiva de Trabalho) da Categoria.

O que é LER/DORT?

LER/DORT é uma sigla que se refere a Lesões por Esforços Repetitivos e Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho. Essas condições estão associadas a atividades que envolvem movimentos repetitivos, posturas inadequadas ou esforço físico excessivo, geralmente no ambiente de trabalho.

Esses distúrbios podem afetar músculos, tendões, ligamentos, nervos e outras estruturas, resultando em sintomas como dor, desconforto, formigamento e fraqueza. Por isso, é importante que sejam adotadas medidas ergonômicas e pausas adequadas a fim de prevenir essas lesões.

 

Fonte: Bancários RJ

Imagem: Canva

0

Postagens relacionadas

Banco é condenado por…

A 4ª Turma do Tribunal Superior do Trabalho rejeitou recurso do Banco do Brasil S.A. contra condenação por deixar de garantir a segurança de uma agência de Teixeira de Freitas…
Consulte Mais informação

TRT2 reconhece vínculo de…

A 14ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (TRT2) manteve sentença que reconheceu vínculo de emprego de jovem de 14 anos que atuava como ajudante geral em…
Consulte Mais informação

Bradesco é condenado a…

O Bradesco foi condenado ao pagamento de horas extras excedentes da 6ª diária (7ª e 8ª) a uma bancária que, apesar de exercer a função de “gerente de contas pessoa…
Consulte Mais informação