TRF3 garante conversão de aposentadoria por tempo de contribuição em especial para trabalhador

A 10° Turma do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3) garantiu a conversão de Aposentadoria por Tempo de Contribuição em Especial para Mecânico da CPTM. A CPTM é conhecida como a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos.

O segurado entrou com o processo solicitando o reconhecimento do tempo especial trabalhado como mecânico na CPTM. Além disso, ele requereu também a conversão de sua aposentadoria por tempo de contribuição em aposentadoria especial. Dessa forma, com base nos documentos apresentados, entre março de 1997 e maio de 2004, o funcionário desempenhou suas funções exposto aos seguintes agentes químicos:

  • Graxa;
  • Óleos;
  • Solventes.

No entanto, ao julgar o pedido, a 4ª Vara Previdenciária Federal de São Paulo/SP entendeu que o segurado não teria direito ao benefício. Portanto, o mecânico recorreu da decisão ao TRF3.

Sentença

Ao analisar o caso, o TRF3 entendeu que o Laudo Técnico de Condições Ambientais do Trabalho (LTCAT) e o Perfil Profissiográfico Previdenciário (PPP) indicaram a exposição a graxa, óleos e solventes. Além disso, o Tribunal destacou que tais agentes químicos “estão listados nos códigos 1.2.11 do Decreto 53.831/1964, 1.2.10 do Decreto 83.080/1979 e 1.0.19 do Decreto 3.048/99”. Do mesmo modo, o TRF3 ainda considerou que o extrato do Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS) acusava o Indicador de Exposição a Agente Nocivo (IEAN) para o vínculo empregatício.

Dessa forma, considerando a legislação vigente durante o período de trabalho, a exposição habitual e permanente a substâncias químicas com potencial cancerígeno, independentemente da concentração, garante o reconhecimento da atividade especial. Sendo assim, agora cabe ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), a conversão do benefício por tempo de contribuição em aposentadoria especial.

 

Fonte: TRF3

Imagem: Pexels

0

Postagens relacionadas

Servidor público que acumula…

A União recorreu da decisão alegando que a Constituição Federal estabelece que os proventos (salários de aposentadoria), pensões e outras formas de remuneração recebidos pelos servidores públicos, mesmo que de…
Consulte Mais informação

Filha garante parcelas de…

A 26ª Vara Federal de Porto Alegre reconheceu o direito de uma menina de três anos ao recebimento de pensão por morte do pai em período anterior ao reconhecimento judicial…
Consulte Mais informação

Criança com cegueira em…

Uma decisão do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) garantiu, pela primeira vez em Goiás, a concessão de benefício assistencial destinado a uma criança de 12 anos com visão monocular,…
Consulte Mais informação