Transferência de guarda permite que jovem de 15 anos more, estude e trabalhe na Alemanha

A agilidade com que um processo tramitou na comarca de Itapiranga, no extremo oeste, marcou o início de 2023. A ação para transferir a guarda de um adolescente de 15 anos chegou ao fórum no dia 16 e foi sentenciada pelo juiz no último dia 19 de janeiro, com o encerramento do processo. De acordo com o magistrado Rodrigo Pereira Antunes, a conduta dos advogados que atuam na região colabora para celeridade e êxito dos casos.

Com a decisão, o jovem está com a documentação completa para embarcar para Alemanha, onde viverá com o irmão mais velho, agora detentor de sua guarda legal. Assim, poderá firmar residência, estudar e trabalhar, sem restrições, no país europeu. O repasse da guarda era consenso entre os pais e os irmãos, o que facilitou a finalização do processo. No entanto, o caso não é isolado na comarca.

“Felizmente, a tramitação dos processos na comarca de Itapiranga apresentam celeridade excepcional. Muito se deve à conduta dos advogados que priorizam os reais interesses da parte. Neste caso, a advogada da família, Ana Cristina Zanatta, indicou o andamento, o que é comum acontecer aqui. Em contrapartida, a atuação do Ministério Público e dos servidores do Poder Judiciário de Santa Catarina acompanham a premissa de agilidade no trâmite judicial”, interpreta o magistrado. O processo tramitou em segredo de justiça.

 

Fonte: Tribunal de Justiça do Estado de Santa Catarina

Imagem: Image by rawpixel.com on Freepik

0

Postagens relacionadas

Casal é condenado a…

A devolução de uma criança adotada após longo período e sem motivo justo é uma forma de violência, já que o menor é rejeitado por mais uma família. Por isso,…
Consulte Mais informação

Mãe não gestante em…

O Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que a mãe não gestante em união estável homoafetiva tem direito à licença-maternidade. Se a companheira tiver direito ao benefício, deve ser…
Consulte Mais informação

Aumento de renda do…

A alteração do valor da pensão alimentícia é cabível quando houver modificação na situação financeira do alimentante ou nas necessidades do beneficiário. Com esse fundamento, a juíza Luciana Lopes do…
Consulte Mais informação