Booking deve indenizar cliente que não conseguiu fazer check-in

Cliente que reservou quarto de uma pousada pelo Booking e ao chegar ao local não conseguiu realizar o check-in será indenizado em R$ 3 mil pelos danos morais sofridos. Decisão é do juiz de Direito Murilo Vieira de Faria, do 4º JEC de Goiânia/GO.

O autor efetuou a reserva de um quarto pelo Booking em uma pousada localizada em Pipa/RN. No entanto, chegando na acomodação, foi surpreendido ao não encontrar ninguém, nenhum sinal de pessoas no imóvel. Por esta razão, precisou procurar outro local para se hospedar.

Ao analisar o caso, o juiz considerou que houve um desequilíbrio na relação contratual e prejuízos ao autor devido a má prestação dos serviços, fato este que acarreta o dever de indenizar.

“Em que pese a requerida alegar que o autor não conseguiu fazer check-in no hotel por não possuir recepção 24horas, na reserva consta que o check-in poderá ser realizado a partir das 14 horas, e tendo o autor chegado no hotel dentro do horário estipulado na reserva, caberia à requerida adotar as diligências necessárias para recepcioná-lo no momento de sua chegada, o que não ocorreu, conforme fotos e mensagens colacionadas aos autos.”

O valor dos danos morais foi fixado em R$ 3 mil. Além disso, a empresa terá de pagar reparação material no valor de R$ 585,26, pela hospedagem não utilizada e pelo deslocamento até a nova acomodação.

Fonte: Migalhas https://www.migalhas.com.br/quentes/362676/booking-deve-indenizar-cliente-que-nao-conseguiu-fazer-check-in

Imagem: Hotel lobby photo created by pressfoto – www.freepik.com

0

Postagens relacionadas

Banco Safra é condenado…

A Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça e Segurança Pública (Senacon/MJSP) negou recurso ao Banco Safra S.A e manteve a condenação administrativa para pagamento de multa de R$2,4…
Consulte Mais informação

Justiça condena Caixa por…

O juiz Federal Flademir Jeronimo Belinati Martins, da 3ª vara Federal de Presidente Prudente/SP, condenou a Caixa Econômica Federal ao ressarcimento de R$ 21.200,00 retirados, por meio de Pix, de…
Consulte Mais informação

Loja é condenada por…

Juiz da 24ª vara Cível de Brasília condenou loja a indenizar uma consumidora que comprou um carro com quilometragem diferente da contratada. A loja terá ainda que pagar o conserto dos…
Consulte Mais informação